Meu humor


Arquivos

    Categorias
    Todas as mensagens
     Evento
     saiu na mídia

    Outros links
     Maternidade São Luiz
     Cryopraxis
     Madres con Ruedas
     Na Luta
     ASSIM COMO VOCÊ
     Tocando as rodas
     Mão na Roda
     Agencia Inclusive
     Mobility Brasil
     Lilla Ka
     Flávia Cintra
    Contato




    Memórias de uma mãe cadeirante
     


    Quero deixar 2011 acontecer mais.

    Me dei ao luxo de não planejar. Fui com as crianças para a praia nos últimos dias de 2010 disposta a deixar a vida acontecer.

    Amanheceu sol? Vamos para o mar. Esta chovendo? Ótimo, vamos passear. Hora do almoço? Logo ali tem um restaurante muito bom. Não tem rampa? “Ah, Flávia, respira fundo...e peça ajuda sem fazer discurso.”

    Resolvi tirar ferias de mim mesma. Emendei um encontro com amigos numa brincadeira com as crianças; uma soneca num passeio; uma tarde na praia num delicioso jantar; sem preocupação com nada. Uma delicia.

    Simples, né? Mas, para mim foi a primeira vez em muitos anos. Tenho mania de antecipar, exagerar na preparação, fazer roteiro. É legal, dá uma sensação de segurança, parece que assim eu aumento as chances de tudo dar certo.  Só que, dessa vez, eu entreguei para Deus. Fui sem hora, sem agenda, sem planos, sem combinar nada com antecedência maior que 30 minutos com ninguém. Um caos? Para minha surpresa, não. Foram dias mágicos que eu não seria capaz de planejar nem nos meus momentos mais criativos.

    Conheci pessoas incríveis, revi amigos que amo, me reencontrei com a Flávia menina que adorava fazer castelos de areia, enquanto assisti meus filhos brincarem à beira do mar. Senti o amor mais puro e delicado na pele. Me senti grata à chuva, ao sol, à noite, ao tempo, à demora, à espera, aos desencontros, coincidências e reencontros que a vida oferece quando permitimos que ela simplesmente aconteça.



    Escrito por Flavia Cintra às 14h10
    [] [envie esta mensagem
    ] []



     
      [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]